segunda-feira, 14 de novembro de 2011

8º INTERCÃMBIO CULTURAL BRASIL E CHILE


      Essa troca de culturas é algo maravilhoso. É na diversidade, no diferente, nos costumes, na lingua, nas crenças que vai se descobrindo as diferenças e também semelhanças durante está convivência. E a cada nova descoberta se vai aprendendo e trocando novas experiências, onde todos vão aprendendo, crescendo como seres humanos e principalmente vai se descobrindo que mesmo um povo que mora distante de você, que é separado pelas belas cordilheiras, há uns três mil quilometros de distância, mesmo assim podemos conviver, trocar idéias, aprender juntos em paz e harmonia. 
     Nem a língua consegue ser barreira para fazer dois povos ou mais se entenderem quando o que os impulsiona é o amor. Amor pela vida, pela troca, pela descoberta, amor pelas pessoas independente de onde venham e como vivem. Simplesmente o amor.
    Pela segunda vez tenho a honra de conviver alguns dias com este povo, ano passado (2010) no Chile na Cidade de São Francisco de Mostazal, onde fomos maravilhosamente recebidos e muito bem tratados agora em Charqueadas onde espero também tenham gostado da recepção e estadia preparadas por todos com muito carinho. E a cada vez que me encontro com estas pessoas mais me apaixono. Principalmente por sua alegria de viver. 
     É um povo que vive em constante reconstrução, que já viveram muitas catastrofes e mesmo assim não se deixam abalar, continuam sempre na esperança de um dia melhor, lutando por suas vidas e o que mais me chamou a atenção é a alegria que vivem.
   Valorizam muito a educação e as artes em especial a dança e a música. Não é de se imprecionar sua alegria. O que deve servir de exemplo para nós. 
   Fico pensando, como alguns homens e povos ainda fazem guerras, como um homem pode matar o outro sem ao menos tê-lo conhecido, e sem o outro nem ter-lhe feito nada a não ser pela crença ignorante do poder, da ganância e da maldade de alguns.
   E se podemos amar pessoas que passamos a conhecer, em tão pouco tempo, respeitá-las e admirá-las porque muitas vezes menosprezamos aos nossos, tratamos com diferença, desrespeito, preconceito.
    Este intercâmbio tem me mostrado que precisamos amar mais os nossos, respeitar mais, conviver em maior harmonia e principalmente viver com mais alegria. "Los ermanos Chilenos" têm  mostrado o que é viver sem medo de ser feliz, sem se preocupar com o que o outro vai achar de você ou pensar, que inveja é coisa de gente infeliz e fracassada que não consegue ver a alegria do outro porque isso lhe causa tristeza de não ser assim, mas seria bem melhor, simplesmente cada um procurar ser feliz, do seu jeito, da sua maneira.   A felicidade não é algo inalcançável, e só vamos encontrá-la quando pararmos de procurar, porque ela está nos momentos felizes que vivemos ao lado de quem amamos, nas descobertas, nas conquistas diárias, no soriso de uma criança, no apreciar a natureza, na simplicidade e na convivência, mesmo que por pouco tempo, com pessoas incríveis como "nossos ermanos Chilenos".
O mais difícil é a hora da partida é uma mistura de sentimentos que não sei direito descrever, saudades, tristeza, felicidade por ter tido a oportunidade desta troca, enfim não sei descrever mas sofri quando nossos amigos Chilenos partiram. ESTARÃO SEMPRE GUARDADOS EM MEU CORAÇÃO que DEUS os abençõe sempre. Até nosso próximo encontro pessoalmente... Porque continuamos nos comunicando via NET. Isso é maravilhoso. Já estou com saudades de todos vocês. Um Grande abraço!
                                                          Apresentações Artísticas
 Hora da Partida.
Irmãos Brasileiro e Chileno - Amor sem fronteiras
Denice mãe brasileira e seus filhos chilenos - Amor para a vida toda!
 "Amigas por siempre"
 Prefeito Davi Gilmar de Charqueadas e Sergio Medel de Mostazal assinam intercâmbio de 2012.




Nenhum comentário:

Postar um comentário