quinta-feira, 26 de novembro de 2015

TEM CHILENO NA MINHA AULA!!! E FOI BOM DEMAIS!

   Alunos Chilenos na minha aula de Ensino Religioso


 Diretor da Escola Gabriela Mistral - Chile em minha aula. Foi um prazer recebê-los.

No dia 23 de novembro tive convidados muito especiais em minha aula. Alunos chilenos e o Diretor da Escola Gabriela Mistral de São Francisco de Mostazal no Chile, o que me deu muito orgulho e alegria. Foi um enorme prazer recebê-los em minha classe na Turma 7D do sétimo ano, foi uma aula mais que especial onde eu e meus alunos ficamos muito felizes em poder recebê-los. É nesta troca que aprendemos e ensinamos, que criamos laços, convivemos com as diferenças, enfim, podemos aprimorar em muito nosso aprendizado intelectual e humano. Foi muito bom ter vocês em nossa escola no XII Intercâmbio Brasil e Chile, onde tivemos mais uma oportunidade de conviver por alguns dias com pessoas, cultura, respeito e muito carinho.

   E nesta aula, pensei o que trabalhar, ai me veio a ideia de trabalhar com uma questão que fizesse todos pensarem em quem são, e em como estamos convivendo com o outro, com as diferenças. E foi uma ótima aula.

   Trabalhei com texto "Quem sou eu?", a professora leu o texto em português e o aluno chileno leu em espanhol, após fizemos uma discussão e reflexão das questões e uma dinâmica com espelho, onde os alunos deviam olharem-se no espelho e falar quem estavam vendo, como era está pessoa, etc. A culminância da aula foi a construção de um cartaz deixando mensagem. Foi maravilhosa está aula. Amei.



 QUEM SOU EU?

 Diretor  Bladimir da Escola Gabriela Mistral participa da atividade junto com os alunos. 




Todas as pessoas têm algo em comum: elas são diferentes. Cada uma tem sua forma de agir, pesar, sentir, conviver, se relacionar e compreender o mundo. As diferenças, que muitas vezes podem parecer extremamente profundas, são decorrentes principalmente da cultura na qual estamos inseridos.

E todas as pessoas em algum momento irão se questionar sobre si mesmas, sobre a sociedade em que vivem, sobre a cultura da qual fazem parte; enfim, as pessoas irão questionar-se sobre o mundo. Pois isso é próprio do ser humano: inquietar-se.

“Zapeando” com o controle remoto da TV você vai ver muitas pessoas diferentes, que vivem, se comportam e se expressam de maneiras variadas. Essas pessoas fazem parte da humanidade, moram no mesmo planeta que você, mas são completamente diferentes. Como você explicaria isso? Como podemos ser tão diferentes se pertencemos à mesma espécie e, portanto, somos todos iguais?

DIALOGANDO E REFLETINDO:

Após uma reflexão sobre as perguntas abaixo, discuta com seus colegas quais seriam as possíveis respostas para essas inquietações.

1 – Quem eu realmente sou?
2 – O que me faz ser exatamente como sou?
3 – O que me caracteriza? Meu rosto, meus pensamentos, minha maneira de agir, minhas crenças, meus sentimentos, a maneira como eu me visto, meu nome?
4 – Olhando para um espelho o que eu vejo?

Dialogando e Refletindo, Naldemir Maria Mendes, Identidade, Volume 1, Editora Vozes.

AMIGOS PARA SEMPRE!



























QUIEN SOY YO?

Todos tienen algo en común: son diferentes. Cada uno tiene su propia manera de actuar, pesar, sentir, vivir, relacionarse y entender el mundo. Las diferencias, que a menudo pueden parecer muy profunda, se deben principalmente a la cultura en la que estamos inmersos.

Y todo el mundo en algún momento se preguntará acerca de sí mismos, de su sociedad, de la cultura de la que forman parte; Por último, la gente se preguntará acerca del mundo. Como esto es parte del ser humano: alboroto.

"Zapping" con el televisor con control remoto, verá muchas personas diferentes que viven, se comportan y se expresan de diversas maneras. Estas personas son parte de la humanidad en vivo en el mismo planeta que usted, pero son completamente diferentes. ¿Cómo explicar eso? ¿Cómo podemos ser tan diferentes si pertenecemos a la misma especie y por lo tanto todos somos iguales?
Y el diálogo y reflexiones:
 
Después de una consideración de las siguientes preguntas, discutir con sus colegas cuáles son las posibles respuestas a estas inquietudes.

1 - ¿Quién soy en realidad?
2 - Lo que me hace tal como soy?
3 - Lo que me caracteriza? Mi cara, mi pensamiento, mi forma de actuar, mis creencias, mis sentimientos, mi forma de vestir, mi nombre?
4 - En cuanto a un espejo me veo?
Reflexionar y dialogar, Naldemir Maria Mendes, Identidad, Volumen 1, Voces de Publisher.


AMIGOS POR SIEMPRE!
 











































Nenhum comentário:

Postar um comentário